Aprender língua no exterior

Resultado de imagem para Aprender língua no exterior

Aprender língua no exterior

Tarde mais cedo, chega o momento de fazer as malas e ir para aprender um idioma estrangeiro. Já tentei muitas alternativas baratas, mas não consegue pillarle o jeito, talvez você esteja avançando, mas que você sente vontade de enfrentar cara a cara com os ingleses e ver que tal se te dá.
Um bom dia que você precisa mudar de ares, tomar a decisão: eu vou sair, já não aguento mais! Mas logo começam a vir à cabeça as perguntas. Onde eu vou? Onde procuro alojamento? Como e durante quanto tempo? Você não me as muito dinheiro?
Pronto! O tempo passa voando e você começa a deixá-la, em seguida, vêm os obstáculos, a família se opõe… o som de alguma coisa? Deixa-me que te dê algumas respostas às suas perguntas e vamos começar a organizar em conjunto a sua estadia no estrangeiro. Pegue lápis e papel.

1. Mil razões para estudar um idioma no exterior
Antes de pensar em sair, você deve saber que estudar fora não vai ser simplesmente um “gasto”; trata-se de um investimento no seu futuro e a sua formação. Estudar um idioma em outro país é uma das melhores opções que existem para aprender e desenvolver-se em uma língua estrangeira. Dizem que todos os especialistas em linguística e parece lógico, tendo em conta que as pessoas que passa muito tempo fora acaba aprendendo.
Mas se me ocorrem muitas razões por que ir:
Você vai aprender a jogar sozinho em um país estrangeiro.
Fazer novos amigos e conhecer pessoas divertidas.
Você verá lugares turísticos que sempre quis conhecer.
Desfrutará de experiências que não têm em seu país (surf, safari, etc.)
Você vai aprender um idioma por “imersão linguística”
E quem sabe o que mais. Mas é verdade que às vezes nós já temos muito claro e são os nossos pais que nos lançam para trás. “Minha filha, como você está indo para ir tu só, tão longe! Se perde, é uma cidade muito perigosa, você vai gastar um dinheirão!”. Você é familiar? Se esse é o seu caso, convido-vos a fazê-los ler o artigo “Por que estudar um idioma no exterior?” Tenho certeza de que com um pouco de toque, podemos corrigir qualquer dificuldade para investir em nossos conhecimentos.

Resultado de imagem para Aprender língua no exterior

2. Qual a cidade que eu vou?
Vale, já está claro que nos vamos. Mas, para onde? Paris, Dublin, Viena, Munique, Londres, Auckland, Nova York, Toronto e Cidade do Cabo… a lista de possibilidades é infinita. Outra decisão difícil é escolher em que país e cidade nós faremos o nosso curso de idiomas. Obviamente, iremos a um lugar que seja a língua materna. Te damos algumas dicas para fazer a sua escolha
Não vá a um local onde tenha muitos espanhóis! Não queremos nada em português, tudo inglês, francês, alemão, chinês e o que faça falta, mas nada de português.
Procura um país que você gosta para que você aprenda divertindo-se e com um sorriso. Não se trata de viajar para passar mal!
Acertar com estes dois fatores fundamentais pode ser bastante difícil, em função do lugar que escolhemos e da época do ano. Te tenho preparado uma pequena tempestade de idéias “Que país escolher para fazer um curso de idioma no exterior?” para ajudá-lo a tomar sua decisão.
De todos modos, vá pensando já para qual país você gostaria de ir sempre sonhou conhecer. Trata-Se de tomar uma decisão pensada, já que não só vai fazer um investimento importante, mas se você vai passar bomba e você vai lembrar com saudade o resto de sua vida. Digo-o por experiência própria.

3. Onde eu me hospedo?
Outra decisão importante é saber onde você se hospedará de Acordo quiser fazer uma viagem tranquila e estar ao seu ar, bem quiser integrar e conhecer ao máximo a cultura, você deverá escolher uma opção de alojamento. Estas costumam ser as mais comuns:
Residência de estudantes: especialmente indicadas para quem procura um ambiente jovem, internacional e com vontade de divertir-se e divertir-se.
Acomodação em casa de família: ideal para os que querem conhecer a fundo a cultura. Vivam em regime de meia pensão, com uma família nativa nativa, com a qual poderá praticar a língua também em casa.
Hotéis baratos albergues: uma opção econômica é pesquisar por hotéis baratos, com quarto individual compartilhada, em alguma área próxima à escola.

4. Por quanto tempo?
Com as bolsas do MEC , o mais comum é fazer com estadias de 3 a 4 semanas, mas depende do seu orçamento e o tempo que você possa estar. Um mês bem aproveitado, pode ajudar-nos a melhorar muito, mas com uma estadia de 6 meses a 1 ano, pode ajudar a consolidar melhor o conhecimento do idioma.
Mas claro, depende do tipo de viagem que quer fazer. Se vier com intenção de “passar férias” e aproveitar as aulas para conhecer pessoas e se relacionar, pode ter a partir de 1 semana, até o tempo que quiser. Em contrapartida, se o que procura é uma “imersão linguística”, é mais recomendável passar um tempo bastante prolongado.

Resultado de imagem para Aprender língua no exterior

5. Como aproveitar bem a estadia
Vamos ser sinceros. Inscrever-se para um curso não lhe dá a garantia de saber o idioma. As escolas e os professores são muito bons profissionais, mas também não fazem mágica. Você deve se esforçar um pouquinho em aproveitar a sua estadia no estrangeiro para que quando voltar notes que você colou um salto de gigante.

6. O que fazer quando termina o seu curso no estrangeiro
Bye-bye, au revoir! Chegará o momento de dizer adeus à sua bela escola, seu quarto, seus novos amigos… e você aí se acaba tudo? Nem falar! É importante que você aproveite os contatos que você tem feito para continuar praticando o curso de ingles mairo vergara através das novas tecnologias e não se esquecer de tudo o que foi aprendido.
De todos modos, você sempre tem a oportunidade de fazer um curso de idiomas no exterior e conhecer uma nova cidade. Paris, Nova York, Pequim… não é verdade que é difícil resistir à tentação de voltar a viajar uma vez.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.